MMA debate mudanças climáticas com povos indígenas

O Ministério do Meio Ambiente (MMA) promoveu um encontro com instituições indígenas em Manaus (AM) para tratar de Redução de Emissões por Desmatamento e Degradação (REED). Uma das recomendações que resultaram do diálogo foi a de contribuir com o acesso de indígenas ao Fundo Amazônia, que disponibiliza recursos não-reembolsáveis para ações de preservação de florestas.

REDD é uma sigla em inglês que significa Reduzindo as "Emissões geradas com desmatamento e degradação florestal nos países em desenvolvimento." Na prática significa um mecanismo de compensação financeira destinada a preservação de florestas em países em 
desenvolvimento. É considerado fundamental para a redução de CO² - gás de efeito estufa lançado na atmosfera.

"Entendemos a demanda dos povos indígenas, e eles têm interesse em acessar os recursos do Fundo Amazônia. E nós também temos interesse em que eles realizem os seus projetos e contribuam com a redução de emissões de gases", afirma a gerente de Clima e Florestas, do MMA, Natalie Unterstell.

O diálogo ocorreu em uma oficina realizada durante o Grande encontro pan-amazônico: saberes ancestrais, povos e vida plena em harmonia com a floresta, nos dias 15 a 18 de agosto, promovido em parceria entre Coordenação das Organizações Indígenas da Bacia 
Amazônica (Coica) e Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (Coib).

FONTE: MMA